Tavira

30 03 2008
“Algarve é turismo em massa. Algarve é fazer compras a preços para ingleses. Algarve é procurar um cantinho para pôr a toalha na praia… Algarve é Allgarve“.
Algarve – e a anáfora não é acidental – não tem que ser isso.
Tavira faz parte daquilo a que chamo de “outro Algarve”.
As praias, de extenso areal (mesmo assim, nada que se compare com a realidade há alguns anos atrás) oferecem-nos, dum lado o mar e, do outro a Ria Formosa. Para lá chegarmos, podemos ir no velhinho comboio da praia do Barril, de barco para a Terra Estreita ou para a Ilha de Tavira ou de carro, para as praias na zona Mantarrota ou Altura. Para quem tem o seu próprio barco, as praias a que tem acesso são indescritíveis.
Desde que me lembro que passo lá férias e tenho assistido à evolução que o Concelho tem vivido. O turismo que recebe, foge ao turismo massificado e ruidoso, que descaracterizou o Algarve, ao ponto de o transformar em Allgarve.
Diria que, se Allgarve representa um distrito alterado e transformado para satisfazer as exigências do cocktail turístico que recebe, então Tavira ainda se mantém fiel ao velhinho Algarve, hoje cingido a um tecido subcutâneo da grande camada geográfica que o Allgarve reveste.
Quando viajo ou dou um simples passeio, procuro conhecer destinos que se tenham mantido fiéis a si próprios. É cada vez mais difícil, bem sei, mas Tavira conseguiu-o.

2008_0323tavira080020.jpg

Um vídeo que encontrei no YouTube sobre a cidade:

Anúncios




Da escrita para a oralidade

28 03 2008

Obcecado pela linguagem escrita, monólogo gráfico esperançado apenas na réplica mental de hipotéticos leitores, quase que me esquecera de reparar no milagre da oralidade, da comunicação directa, franca, livre, sem ambições quiméricas de antologia e perenidade. A palavra temperada pelo sal da boca, arredondada pela graça labial, ágil ou morosa consoante a urgência da oração, e sempre ajudada pela presença e atenção dos ouvintes. A repetição permitida, e até desejada em certos momentos, o gesto a sublinhar e a fortalecer a intenção, os próprios silêncios a colaborar na significação e clareza do discurso.

Miguel Torga, A Criação do Mundo (dia V).





Retratos de Mulheres

25 03 2008

Que há magníficas pinturas de retratos de mulheres, todos sabemos. Que no YouTube podemos encontrar de tudo um pouco, também todos sabemos. Que Pintura e YouTube são conciliáveis, confesso que nunca tinha pensado nisso. Mas são…





Pablo Francisco

20 03 2008

Absolutamente hilariante. Pablo Francisco tornou-se famoso pelas imitações de vozes de estrelas de Hollywood, em particular  a do senhor de voz inconfundível que apresenta os trailers.

Tortilla Boy é o seu sketch mais famoso. Neste vídeo, serve de despedida.





Mapas Bizarros

15 03 2008

Strangemaps é um blog que reúne os mapas mais estranhos e até futuristas. Vale a pena espreitar o site, para ver como a criatividade pode ser aplicada até onde menos se espera.





Quadratura solidária

13 03 2008

quadratura.jpg

Ontem, na edição da Quadratura do Círculo, na Sic Notícias, comentadores e apresentador despediram-se de uma forma peculiar: com um nariz de palhaço.
A iniciativa partiu de Lobo Xavier e pretendia despertar a curiosidade e prestar homenagem à “Operação Nariz Vermelho”, iniciativa da Associação Nariz Vermelho.
A Associação, pela figura do Doutor Palhaço, visa animar os serviços pediátricos dos hospitais.
De louvar e de homenagear. Este post não é mais do que a minha singela homenagem.

Mais em:

http://www.narizvermelho.pt/epages/narizvermelho.sf/pt_PT/?ObjectPath=/Shops/OperacaoNarizVermelho/Categories/drPalhaco

 Vídeo em:

http://sic.sapo.pt/online/video/informacao/





Vídeo mais visto do YouTube

12 03 2008

“Evolution of Dance”, foi colocado no YouTube há pouco menos de 2 anos e, até ao momento em que o coloquei aqui no blog, tinha sido visto por 78,145,221visitantes.